3 momentos Mindful para si

3 momentos Mindful para si

 

Uma das ideias sobre o Mindfulness que mais afasta as pessoas é a de que se resume a uma atitude que apenas serve a pessoas que têm muito tempo e que não é possível ser Mindful senão estivermos sentados muitos minutos a meditar. Deixe-me dar-lhe uma alternativa de raciocínio e logo verá se concorda comigo.

Ser Mindful é uma atitude que poderemos trazer à nossa vida em todas as nossas acções. Ou seja, não precisamos de mais tempo. É o nosso olhar sobre o que já está a acontecer que se transforma.

Essa sim é a transformação que procuramos: uma nova forma de olhar para si e para o mundo que ajude a lidar com situações difíceis, relações imperfeitas (como são todas) e uma mente inquieta.

Fazemo-lo sentados e a meditar? Certamente. Mas, Mindfulness é muito mais do que isso. Pode saber mais sobre o Programa Experimente Mindfulness carregando aqui.

Desafio-o a encarar três momentos do seu dia de forma Mindful.

  1. Quando acorda: está consciente do seu corpo à medida que se movimenta para fora da cama? Experimente respirar com consciência 5 vezes (antes de se instalarem todos aqueles pensamentos tão familiares) e reparar na luminosidade quando abre as janelas. A ideia não é a de que vai perder tempo, mas sim reparar com consciência nas tonalidades, nas cores, nos contrastes – começando assim a ensinar a sua mente que ela pode vaguear, mas que existe um foco que a faz sempre regressar – a experiência directa do mundo à sua volta.
  2. Quando faz uma pausa para uma refeição: estará a distrair-se ao mesmo tempo que come olhando para o telemóvel (será que tem noção à velocidade que mastiga? e o número de vezes que mastiga antes de engolir). Sabe que a nossa sensação de fome diminui se estivermos conscientes das nossas emoções e pensamentos no momento em que estamos a comer ? Porquê? Porque tendencialmente comemos de forma mais lenta e percebemos se estamos a ceder a um impulso ou comer para alívio emocional ou se estamos apenas a saciar-nos.
  3. Quando se vai deitar: será que desacelerou? será que teve consciência das reacções do seu corpo à medida que a noite se foi aproximando (ou anestesiou tudo com um ecrã?). Experimente 3 noites em que não recorre ao tablet, smartphone ou televisão e repare no ritmo do seu corpo, no aparecimento dos primeiros bocejos e será que consegue ir reconhecendo as sensações enquanto lava os dentes (cor, cheiro, sabor) os sons à sua volta e peso do corpo ao deitar-se na sua cama. Bom descanso Mindful!

Uma atitude Mindful é conquistada à medida que aprende a tomar melhor conta de si e a aceitar o seu corpo, emoções e pensamentos, melhorando os seus processos de consciência e atenção e reduzindo as suas reacções automáticas. Assim, se ao longo dos dias for aumentando a consciência sobre si e o que o rodeia, sem julgamento e uma atitude de maior abertura e curiosidade estará mais próximo de se sentir sereno e tranquilo.

Claro que é fundamental aprender a meditar de uma maneira formal que funciona como um treino de todas as competências Mindful que desenvolvemos na Oficina de Psicologia. Mas, como lhe disse, Mindful é muito mais do que estar sentado a meditar. Quer experimentar?

 

 

Nuno Mendes Duarte
Nuno Mendes DuarteDirector Clínico
Psicólogo Clínico e Psicoterapeuta
Mostrar mais Artigos