A escolha é sempre sua

Paula Brito

Paula Brito

Já reparou como o mundo está repleto de medo?

As angústias estão mais presentes na vida da pessoa do que a própria sombra. Muita gente vive num estado de apreensão constante como se viver fosse um peso a ser carregado a cada dia que passa. Mas viver preocupado e inseguro não pode ser uma opção de vida.

Não estou a falar daquele medo saudável que nos leva a ser cautelosos e a proteger-nos a nós mesmos. Aquela emoção natural de cuidado, proteção e atenção para com riscos reais,mas sim daquele medo irracional que muitas vezes fica tão grande que nos paralisa.

Este medo está a tornar-se numa paranóia sem limites. As pessoas já não distinguem a realidade e a fantasia e tudo assusta.O medo de não suportar as dificuldades à sua frente impede-as de viver plenamente a vida. Para muitas pessoas,o medo actua como microscópio que amplifica as dificuldades e que distorce um acontecimento simples, dando-lhe o aspecto de uma desgraça com enormes proporções.

O medo faz com que intrepetemos factos simples como se fossem inimigos monumentais. Os problemas precisam ter a dimensão de desafios a ser infrentados e não de impedimentos para as suas conquistas.

Actualmente, as pessoas vivem de uma maneira que não gostam e fazem o que não querem para chegar a um lugar que não faz sentido para elas. Se for esse o seu caso, mude a sua vida quando ela não é o que esperava que fosse. Viver angustiado é uma escolha que pode deixar de fazer. O medo que paralisa quase nunca está no perigo real, mas na falta de confiança que sentimos. Viver inseguro tornou-se um estilo de vida, mas a insegurança é a sombra que aparece no coração que não tem confiança!

Não pode deixar que o passado decida o seu presente, nem que a sua insegurança no presente decida o seu futuro. Os problemas do passado podem ser o ponto de partida para uma nova vida, cheia de realizações desde que aprenda as lições e mude a maneira de viver.

Muitas vezes uma frase com aparência de raciocínio lógico esconde a insegurança da pessoa. Camuflar a própria insegurança é a pior maneira de deixar o medo decidir a sua vida: é fundamental perceber que os medos existem apenas na nossa mente.Não deixe que as suas inseguranças destruam a sua vida. A angústia não pode impedir que os seus sonhos floresçam. A sua inquietação não pode travar os avanço dos seus projetos.

Referências: Baseado em alguns textos escritos pelo psiquiatra e psicoterapeuta Roberto Shinyashiki

2014-07-04T12:07:43+00:00 Julho 4th, 2014|Ansiedade, Paula Brito|