A necessidade de amor e aprovação

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Os relacionamentos podem constituir uma fonte de segurança, conforto e alegria quando tudo corre bem, mas outras vezes também podem ser a causa de stress.

Tânia da Cunha

Tânia da Cunhas e de conflitos nas nossas vidas.

Todos queremos que nos amem ou que, pelo menos, gostem de nós – é uma necessidade fundamental da infância. É evidente que nem sempre é possível que nos amem ou que gostem de nós o tempo todo. Neste sentido, exigir a aprovação de todos aqueles de quem gostamos, pode tornar-se numa tarefa altamente perfecionista e inalcançável.

Não conseguindo a aprovação de todos aqueles que consideramos importantes, mas continuando a necessitar quase compulsivamente dessa aprovação, estaremos sempre preocupados, com esse facto, despoletando um grau elevado de que acompanha na maioria das vezes a necessidade extrema de ser amado.

Supondo que era possível ter, em teoria, a aprovação de praticamente todas as pessoas, teríamos de despender nisso muito tempo e energia e abandonar muitas das nossas próprias necessidades e preferências.

Lembre-se que é impossível, por muito esforço que se faça, ser sempre simpático. Inevitavelmente não gostamos, ou somos indiferentes a algumas pessoas.

Em vez de ficar centrado na necessidade extrema de ser amado e aprovado, por todas as pessoas que considera significativas, experimente:

  • Abandonar as necessidades excessivas de amor, guardando desejos de aprovação saudáveis e adequados, e lembrando que a verdadeira consideração não advém da aprovação dos outros, mas do carinho que temos por nós próprios e pela forma como seguimos os nossos próprios interesses, independentemente de agradarem ou não ao outro.
  • Aceitar que é frustrante não ser amado pelos que gostaríamos que estivessem do nosso lado, mas deixar de acreditar que é horroroso e catastrófico.
  • Admitindo como desejável a aprovação dos outros, podemos consegui-la de uma forma inteligente e tranquila. Por exemplo, compreender que uma das melhores formas de receber amor é dá-lo com autenticidade.

Os relacionamentos podem constituir uma fonte de segurança, conforto e alegria quando tudo corre bem, mas outras vezes também podem ser a causa de stress e de conflitos nas nossas vidas.

Todos queremos que nos amem ou que, pelo menos, gostem de nós – é uma necessidade fundamental da infância. É evidente que nem sempre é possível que nos amem ou que gostem de nós o tempo todo. Neste sentido, exigir a aprovação de todos aqueles de quem gostamos, pode tornar-se numa tarefa altamente perfecionista e inalcançável.

Não conseguindo a aprovação de todos aqueles que consideramos importantes, mas continuando a necessitar quase compulsivamente dessa aprovação, estaremos sempre preocupados, com esse facto, despoletando um grau elevado de ansiedade que acompanha na maioria das vezes a necessidade extrema de ser amado.

Supondo que era possível ter, em teoria, a aprovação de praticamente todas as pessoas, teríamos de despender nisso muito tempo e energia e abandonar muitas das nossas próprias necessidades e preferências.

Lembre-se que é impossível, por muito esforço que se faça, ser sempre simpático. Inevitavelmente não gostamos, ou somos indiferentes a algumas pessoas.

Em vez de ficar centrado na necessidade extrema de ser amado e aprovado, por todas as pessoas que considera significativas, experimente:

  • Abandonar as necessidades excessivas de amor, guardando desejos de aprovação saudáveis e adequados, e lembrando que a verdadeira consideração não advém da aprovação dos outros, mas do carinho que temos por nós próprios e pela forma como seguimos os nossos próprios interesses, independentemente de agradarem ou não ao outro.
  • Aceitar que é frustrante não ser amado pelos que gostaríamos que estivessem do nosso lado, mas deixar de acreditar que é horroroso e catastrófico.
  • Admitindo como desejável a aprovação dos outros, podemos consegui-la de uma forma inteligente e tranquila. Por exemplo, compreender que uma das melhores formas de receber amor é dá-lo com autenticidade.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

0
  Talvez também lhe interesse: