Ajudar crianças a lidar com situações traumáticas inesperadas

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Inês Afonso Marques

Inês Afonso Marques

Acontecimentos traumáticos inesperados, aos quais uma criança assiste, como um desastre natural ou um grande acidente, constituem momentos difíceis para os pais que se sentem bastante responsáveis por fazer os seus filhos sentirem-se seguros, quando eles próprios se sentem inseguros. Quando um pai está ansioso, o filho frequentemente sente-o. O primeiro passo para cuidar da criança, é os pais cuidarem de si próprios.

O que fazer neste tipo de situações?

  • Em primeiro lugar, lembre-se que quando se sente preocupado ou triste, a criança sintonizará emocionalmente consigo. Por esse motivo, é importante que tome consciência dos seus próprios sentimentos e necessidades e que cuide de si. Acalmando-se a si, estará a ajudar a criança a sentir-se mais calma e segura.
  • Mantenha-se em contacto com pessoas relevantes na sua vida. Partilhe sentimentos, preocupações, medos e necessidades.
  • Mantenha, na medida dos possíveis, as rotinas da família.
  • Reserve algum tempo para fazer aquilo que lhe dá prazer e foque-se no bem-estar que essas actvidades lhe proporcionam.
  • Desligue a televisão e o rádio se as notícias que ouve ou vê o deixam nervoso. Evite que a criança assista a imagens chocantes.
  • Aproveite momentos de partilha e de diversão com os seus filhos.
  • Descanse, pratique exercício e procure comer refeições regulares e equilibradas.

Caso identifique alterações no comportamento da criança, como medos acentuados, alterações bruscas de humor, irritabilidade, dificuldades no sono ou na alimentação, entre outros, considere falar com um profissional de saúde de confiança.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

0
  Talvez também lhe interesse: