As crianças e o Mindfulness

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Lúcia Bragança Paulino

Lúcia Bragança Paulino

Se perguntar ao seu filho o que ele comeu no jantar da noite passada, ficará surpreendido quando ele não se lembrar. Isto não acontece simplesmente devido a uma falta de memória, mas o mais provável é que ele não estaria a prestar atenção ao momento. Apenas comeu o que foi colocado na sua frente, talvez antes de correr para assistir a um programa de televisão favorito, ou apenas depois de chegar a casa após o treino de futebol. Podemos ensinar as crianças a começar a prestar atenção a estas pequenas coisas no momento presente que nunca antes tomaram atenção por um processo chamado Mindfulness. Este conceito é definido como a consciência que emerge através do prestar atenção voluntária, no momento presente, e sem julgamento num desvendar das experiências momento a momento.

Os exercícios de Mindfulness são utilizados numa tentativa de combater o aumento dos níveis de , conflitos sociais, e défice de atenção entre as crianças. Resumidamente passa por ensinar as crianças sobre como estar num estado de atenção, onde eles podem perceber os pensamentos, sensações físicas e emoções, sem julgamento mas com curiosidade, num estado de espírito aberto.
Como benefício relevante para as crianças a atenção plena pode melhorar a memória. As crianças muitas vezes esquecem as coisas simplesmente porque elas não estão a prestar atenção. As crianças vão-se lembrar das coisas melhor se estiverem: conscientes delas, concentradas e focadas no momento, o que pode ajudar não só na aprendizagem geral como no desporto.

Na minha prática clínica tenho-me apercebido da fácil adesão por parte das crianças e jovens nos exercícios de Mindfulness. São exercícios que ensinam as crianças a prestar mais atenção ao corpo no momento presente, relaxando e gerindo melhor as sensações de ansiedade, stress e desconcentração.

E o seu filho, é Mindful?

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

0
  Talvez também lhe interesse: