Artigos

Cólicas nos bébés, enxaquecas nas mães

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin
Rita Castanheira Alves

Rita Castanheira Alves

Um grupo de neurologistas  da Universidade da Califórnia, São Francisco (UCSF) mostraram que as mães com enxaquecas têm duas vezes mais probabilidades de ter bebés com cólicas do que mães sem historial de enxaquecas.

O estudo realizado contou com a participação de 154 mães que levavam os seus bebés ao pediatra para a consulta de rotina dos dois meses, idade em que o choro provocado pelas cólicas geralmente aumenta. As mães foram questionadas acerca dos padrões de choro dos bebés e sobre a sua própria história de enxaquecas. As respostas foram analisadas no sentido de garantir que o choro relatado estava realmente relacionado com a definição clínica de cólica.

Os resultados do estudo indicam que as mães com enxaquecas tendem a ter 2 vezes e meia mais  bebés com cólicas. 29% dos bebés com mães com enxaquecas tem cólicas comparados com 11% dos bebés cujas mães não têm enxaquecas.

Um dos neurologistas que conduziu o estudo, Gelfand e os restantes investigadores defendem que a cólica pode ser uma manifestação de um conjunto de condições, as quais acreditam serem precursoras das enxaquecas mais tarde na vida.

Os bebés com cólicas parecem ser mais sensíveis aos estímulos no seu ambiente tal como as pessoas com enxaquecas. Parecem ter mais dificuldade em lidar com o surgimento de novos estímulos após o nascimento, como se fossem lançados do útero escuro, quente e abafado para um mundo brilhante, frio e barulhento.

Este estudo é relevante uma vez que o choro excessivo é um dos principais activadores do síndrome do bebé sacudido (shaken baby syndrome), o qual pode causar morte, danos cerebrais e perturbações severas. Por outro lado, desde há muito tempo que as cólicas ou o choro excessivo são associados a problemas gastrointestinais, relacionados com algo que o bebé comeu. No entanto, após mais de 50 anos de investigação não se chegou a conclusões definitivas sobre a relação entre a cólica no bebé e os problemas gastrointestinais. Ao perceber-se que a cólica pode ser um sintoma precoce da enxaqueca, reduzir a estimulação pode ajudar como reduzir a luz e o barulho pode aliviar a dor provocada pela enxaqueca.

E a mãe? Tem enxaquecas? E o seu bebé? Cólicas?

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin
0
  Talvez também lhe interesse:

Add a Comment


Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress