Como pensa quem está deprimido?

Como pensa quem está deprimido

Certamente conhece alguém a quem já foi diagnosticado depressão em algum momento da sua vida. Notou algo de diferente nessa pessoa?

Uma das grandes alterações manifestamente característica da depressão diz respeito à mudança de humor, que por sua vez, é o reflexo de um pensamento alterado.

Quando se está deprimido, os pensamentos tornam-se marcadamente negativos tanto em relação a si, como em relação aos outros e ao mundo. Surgem com grande frequência sentimentos de auto desvalorização, de culpa, e ainda sentimentos de desesperança.

A própria história de vida da pessoa parece ser questionada, através de pensamentos negativos em relação ao seu passado. É habitual as pessoas por exemplo questionarem-se acerca das suas acções, terem a sensação de que o fracasso as acompanha ao longo da vida,  de sentirem que são desinteressantes. É como se de repente, todos os pensamentos associados a experiências passadas, ou até mesmo a eventos futuros, ganhassem um contorno negativo e derrotista.

Outro aspecto que ocorre ao nível do pensamento, diz respeito à velocidade do mesmo. Na depressão pode existir lentificação do pensamento o que depois se reflecte num discurso mais pausado ou até confuso. Na prática, o que acontece: o facto do pensamento surgir de forma mais lenta, faz com que o tempo de resposta em relação ao outro (isto aonível da comunicação) seja também mais lento, dando a sensação que “a pessoa está na lua ”.

A forma e conteúdo do pensamento sofrem efectivamente alterações quando alguém está deprimido, como tal, é fundamental a procura de ajuda especializada por forma a quebrar esta espiral negativa associada à depressão.

Cecília Santos
Cecília SantosPsicóloga Clínica
Mostrar mais Artigos
2017-04-06T10:41:36+00:00 Abril 6th, 2017|Cecília Santos, Depressão|