Comunicar Mindful….

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Sónia Anjos

Sónia Anjos

Certamente já ouviu falar do Mindfulness mas ainda não experimentou, ou, até já experimentou e começou a ver os benefícios da prática (formal), mas continua a não saber como integrar o que já aprendeu no seu dia-a-dia?

O Mindfulness é uma técnica psicoterapêutica e significa focar a atenção de forma intencional, no momento presente, sem fazer julgamentos. Como aplicar estas competências na comunicação e na relação com os outros?

Comunicar é, na sua essência, estar em relação com o outro. As interferências que surgem na comunicação estão relacionadas com diferentes fatores (por exemplo: conteúdo mensagem verbal, comunicação não verbal, crenças e pensamentos automáticos, etc.) e provocam desconforto, insatisfação pessoal e relacional. Quantas vezes se apercebeu que a sua mente andava a vaguear por outro lado, enquanto o seu amigo partilhava um acontecimento importante? Quantas vezes julgou ou criticou o comportamento, os pensamentos e as emoções dos outros?

Certamente reconhece frases como estas: ” sei que fizeste de propósito para me magoar” ou ” por vezes irritas-me tanto que só me apetece acabar com esta relação”. Como reagiu ou reagiria ao ouvir estas frases de um amigo ou de alguém que lhe e próximo? Ficou zangado? Sentiu-se julgado e criticado? Como expressou a sua zanga? “Deu um murro na mesa” e foi ainda mais agressivo? Ou, virou as costas? Quando adotou estes comportamentos ficou com a sensação que o problema ficou resolvido? Ou pelo contrário, interferiram de forma negativa na comunicação e relação?

Ser Mindful permite ser mais efetivo ao nível da comunicação e ajuda a preservar as relações. Ficam aqui algumas sugestões para comunicar mindful.

Uma das formas de comunicar mais efetivamente com os outros passa pela prática de um conjunto de atitudes:

Não julgamento – recordando-se que é apenas um observador (atento, interessado) do que está a viver. Experimente não julgar o que esta a ouvir e a sentir!
Mente de principiante. Esta atitude permite colocar de lado as expetativas e a atitude de que já “sabe” tudo sobre o outro e a relação. Experimente “olhar” para o outro, para o acontecimento como se fosse a primeira vez …
Aceitação do que esta a experienciar. Não gaste energia lutando ou resistindo ao que está a acontecer ou a tentar impor as suas opiniões e ideias de como as coisas deveriam ser. A aceitação é uma atitude fundamental para caminhar em direção aos objetivos que estabeleceu.

Ao nível da comunicação verbal, experimente substituir as frases “tu” pelas frases “eu”. Repare nos exemplos acima. Em vez de dizer: “fazes de propósito para me magoar”, experimente dizer: “sinto-me magoada e impotente nesta situação, o que me faz sentir mais triste”. Repare na atitude do outro? É diferente? Mais compreensivo?

As frases “eu” pressupõem uma consciência mindful do que sente, permitindo expressar-se de uma forma mais realista. Por outro lado, o outro toma consciência do que está a sentir sem se sentir julgado. Esta pequena mudança ao nível da mensagem verbal permite criar empatia, diminuindo a agressividade e aumentando a compaixão e comportamentos de interajuda.

Mais que sugestões, são desafios para ser mindful no dia-a-dia e para comunicar, de forma efetiva, as suas necessidades momento a momento. Experimente, vai sentir- se melhor consigo e na relação com os outros!

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

0
  Talvez também lhe interesse: