Crianças e tecnologia

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Rita Castanheira Alves

Rita Castanheira Alves

Um estudo desenvolvido na Universidade de Stanford sugere que o uso sistemático e consistente de diversos dispositivos digitais de multitarefas e de redes sociais como o FaceTime, um chat por vídeo ou sites como o Facebook ou o MySpace pode provocar problemas sociais nas crianças.

O estudo envolveu uma amostra de 3461 raparigas americanas com idades compreendidas entre os 8 e os 12 anos, no qual se concluiu que as raparigas que passam uma quantidade de tempo desproporcionada a usar estes dispositivos vão mais tarde ter dificuldades em desenvolver tendências sociais dentro dos padrões normais.

Um dos professores que trabalhou na investigação, Clifford Nass, acredita que apesar de só terem sido avaliadas raparigas, as conclusões aplicam-se também aos rapazes de idades semelhantes.

O estudo sugere que este tipo de dispositivos não pode substituir as interações humanas reais. Segundo Clifford Nass, a forma das crianças aprenderem realmente acerca das emoções é tomando atenção a outras pessoas, sendo necessário o contacto visual.

E o seu filho? Há quanto tempo está no Facebook?

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

0
  Talvez também lhe interesse:

Add a Comment