Descubra o seu ritmo

Confortavelmente sentada no sofá, percorro com o pensamento novas formas de enfrentar os desafios do dia-a-dia. Desejo voltar a sorrir em permanência, libertar-me dos pesos do passado, desejo cuidar melhor do meu corpo. Parei com as pesquisas do google, saí do sofá para a rua, concentrei-me nos meus passos e compreendi que preciso fazer algo diferente e inovador: sair da cabeça e ir para o corpo, albergar em mim pensamentos positivos, de pertença a algo, devolvendo-me a alegria de viver.

Mas como?

Inscrevi-me num grupo onde o ritmo, a percussão, o movimento corporal e a criatividade moram juntos. Aqui as vivências, musicais e corporais, possibilitaram-me participar numa experiência de transição, por meio das variações melódicas e rítmicas, de uma situação paralisadora para outra de libertação e criação.

E o que mais descobri?

Sabia que as técnicas de ritmo são usadas há milhares de anos como recurso para a prevenção e manutenção da saúde física e mental?

Estudos recentes indicam-nos que os intrumentos de percussão, quando tocados de forma regular, estimulam o sistema imunitário, auxiliam a expressão emocional, produzem sensação de bem-estar com efeitos relaxantes.

Para quem tem ansiedade, hipertensão, asma, dor crónica, artrite, doença mental, enxaqueca, esclerose múltipla, doença de Parkinson, distúrbios emocionais, é obrigatório conhecer os benefícios em praticar as técnicas de ritmo:

Reduz a tensão física, emocional e o stress

Para quem sofre de dor crónica sugere-se que o tambor funcione como uma distração da dor, induzindo a um profundo relaxamento, reduzindo o stress  e promovendo a produção de endorfinas (ajudando no controlo da dor).

Barry Quinn (psicólogo clínico especializado em neurofeedback) demonstrou através do seu estudo que nas sessões de percussão existe uma mudança cerebral de ondas beta para ondas alfa ( esta última está associada a um modo de estar calmo, mediativo e relaxado) produzindo descontração e reduzindo eficazmente o stress.

Estimula o sistema imunitário

Uma investigação liderada pelo neurologista Barry Bittman demonstrou que a percussão pode ser uma ajuda na luta contra o cancro bem como nalgumas situações de natureza viral.

Desenvolve o sentimento de pertença a um grupo e ajuda-o na sua autonomia

Pertencer a um grupo que utiliza instrumentos de percussão alivia o isolamento social. Através desta experiência sentimos um aumento da nossa automomia e da capacidade de expressão criativa sem julgamentos (a experiência é baseada em emoções pré-verbais, cada pessoa pode emitir os seus sentimentos sem ter que revelar os seus conflitos em conversa).

Liberta-nos de memórias negativas e do peso do passado

As batidas de um tambor ou um Djambé transportam-nos para o aqui e agora, o ritmo move-nos do tempo psicológico para o momento presente. O passado e as suas emoções negativas deixam de ser o foco.

Há algo mais prazeroso a acontecer: sincronizamos a batida do tambor com a batida do nosso coração e involuntariamente começamos a acompanhar o restante grupo.

As vibrações sonoras ressoam no nosso corpo físico, estimulando a libertação de memórias celulares negativas que não nos servem mais.

Induz a actividade cerebral e a criação de novas conexões neuronais

As técnicas de ritmo são uma ferramenta poderosa pois o som gera conexões neuronais em todas as partes do cérebro. Michael Thaut, international leader in neurologic music therapy da Universidade de Toronto, afirma que o ritmo ajuda a treinar o cérebro após um acidente vascular cerebral ou em pacientes de parkinson.

“A investigação demonstrou que a transmissão física da energia rítmica para o cérebro sincroniza os dois hemisférios cerebrais. Quando o hemisfério esquerdo lógico e o hemisfério direito intuitivo começam a pulsar em harmonia, a orientação interior de conhecimento intuitivo pode fluir sem obstáculos. As batidas também sincronizam as áreas frontal e inferior do cérebro, integrando informações não-verbais das estruturas cerebrais inferiores no córtex frontal, produzindo sentimentos de compreensão, integração, certeza, convicção e verdade, que superam os entendimentos comuns e tendem a persistir por muito tempo após a experiência.”

 

Descubra como se relaciona e transforme a sua vida afectiva!

 

A Oficina de Psicologia oferece-lhe a oportunidade de o concretizar em 8 workshops onde a metamorfose emocional acontece.
Mude os seus padrões de afecto, de uma forma criativa, com recurso a dança, música, movimento, exercícios corporais, desenho, projecções em vídeo e ao ritmo do som de tambores… e venha descobrir que mais!
Esta sequência de workshops é inteiramente baseada em Psicoterapia Somática em Biossíntese e no método criativo de ritmo da Ritmundo.
Alerta:  pode acontecer divertir-se nesta viagem de auto-conhecimento.

Workshop Aberto_ 26 de Novembro

15h-18h

Duração 3h

Contribuição por sessão 20€

Vagas muito limitadas!

 

Maria Bartolomeu
Maria BartolomeuPsicóloga Clínica
Mostrar mais Artigos
2017-04-11T10:14:34+00:00 Outubro 3rd, 2016|Desenvolvimento Pessoal, Maria Bartolomeu|
Translate »