E agora? Os filhos estão de férias, o que fazer?

Autor: Maria João Matos

O ano letivo chegou ao fim. Os resultados já aí estão, e para a maior parte dos pais não há surpresas. Alguns satisfeitos e com vontade de presentear os filhos com muitos mimos, outros tristes sem saber muito bem como lidar com a situação de insucesso escolar, com as férias à porta e a antecipar o novo ano com um conjunto de promessas que no próximo ano as coisas vão ser diferentes.

A verdade é que os filhos estão de férias e estas são longas. Para os pais que trabalham é um período em que têm que pensar em locais alternativos ou recorrer à rede familiar. Para os pais desempregados a necessidade de encontrar alternativas, programas, formas de os ocupar durante este período de acordo com os interesses dos filhos e possibilidades económicas é uma tarefa.

É claro que existem locais especializados para ocupar de forma saudável as crianças e jovens durante este período, colónias de férias, ocupação dos tempos livres, programas desportivos, programas dedicados às artes plásticas, entre outros, a opção é imensa. Numa rápida pesquisa na internet é possível identificar uma vasta oferta.

Podem também pensar outras alternativas. Porque não recorrer à família alargada e permitir alguns dias sem a presença dos pais? Recorrer a amigos e dividir este período com outros casais que tenham filhos e estejam na mesma situação, permitindo que os vossos filhos estejam com outras famílias, outras rotinas, e com outras crianças?

Para os pais em que a opção é ficar por casa, tentem proporcionar momentos únicos em família permitam-se ser criativos. Piqueniques, passeios de bicicleta, visitar a cidade onde vivem, proporcionar alguns momentos com amigos dos filhos, idas à praia, pinturas e/ou desenhos em casa, aproveitar para decorar um novo espaço lá em casa com materiais reciclados, realizar alguma atividade de voluntariado ou ajudar algum vizinho mais idoso, entre outras são alternativas aos jogos de computador e à televisão. Aproveitem o estar em família e tirem prazer desses momentos.

E já agora, boas férias!

2017-03-31T15:07:48+00:00 Agosto 4th, 2013|Família, Vários autores|
Translate »