E hoje, já pensou em relaxar?

E hoje já pensou em relaxar?

Todos nós sentimos necessidade de relaxar… As exigências do quotidiano são cada vez maiores e o nosso corpo e a nossa mente precisam estar aptos para enfrentar todos os desafios que nos são colocados diariamente.

O relaxamento poderá ser descrito como um estado de relativa liberdade de ansiedade e tensão muscular que se manifesta pela serenidade e pelo estado de reduzida ativação fisiológica, que por sua vez origina uma grande tranquilidade mental e descanso corporal. O relaxamento aumenta a clareza da consciência, a vitalidade, permite um maior controlo da dor, melhora a concretização de tarefas diárias e a capacidade de concentração e memorização, ajuda a diminuir a agressividade e favorece o bem-estar geral das pessoas.

Estudos científicos têm vindo a demonstrar a eficácia do relaxamento muscular enquanto técnica terapêutica na ansiedade, depressão e nas perturbações do sono, promovendo desta forma uma maior regulação emocional.

 

Onde e como podemos fazê-lo?

O relaxamento deve ser realizado:

  • Num local tranquilo
  • Sem ruídos ou interrupções
  • Pouca claridade,
  • Na cama ou numa cadeira com apoio para os braços

No decorrer do relaxamento é aconselhável manter os olhos fechados (contudo, caso se sinta desconfortável poderá realizar com os olhos abertos) de forma a abstrair-se de todos os estímulos externos.

A respiração também é uma componente bastante importante no decorrer do relaxamento, por isso esta deve ser regular, calma e profunda.

               

Que tipo de relaxamento posso praticar?

Existem diversos métodos de relaxamento, entre os quais poderemos destacar o relaxamento muscular progressivo de Jacobson que consiste essencialmente na contração e descontração de determinados grupos musculares durante alguns segundos, podendo ser realizado desde os músculos dos pés até aos músculos da cabeça sucessivamente.

 

Afinal, porque é importante relaxar?

O relaxamento torna-nos mais conscientes de nós próprios permitindo observar as reações emocionais a partir de outra perspetiva, ajudando-nos a perceber que algumas das suas sensações corporais são criadas pelos pensamentos, o que facilita uma melhor gestão das mesmas.

Cecília Santos
Cecília SantosPsicóloga Clínica
Mostrar mais Artigos
2017-03-18T08:38:56+00:00 Abril 25th, 2015|Cecília Santos, Emoções, Stress|
Translate »