Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Ricardo Valadas Fernandes

Ricardo Valadas FernandesEnquanto psicólogo, o meu objectivo fundamental é ajudar a pessoa a conquistar as ferramentas necessárias para descobrir como se ajudar a si mesma, ao longo da sua vida, no seu processo de desenvolvimento emocional e crescimento pessoal.

Foi com isso em mente que escolhi esta área – a psicologia como uma ferramenta para aprender sobre mim, para com isso poder ajudar os outros. Vivemos entre as pessoas. Ajudemos as pessoas.

Vivencio a psicoterapia – enquanto terapeuta e cliente – como uma, de entre diversas outras formas de desenvolvimento e crescimento pessoal.

Algumas vezes, na vida, o nosso desenvolvimento e crescimento pessoal é bloqueado, estagna e pára. Repetem-se padrões mentais e relacionais, comportamentos, pensamentos e emoções que temos dificuldade em reconhecer, aceitar, rejeitar ou mudar.

Às vezes criam-se hábitos auto-destrutivos que nos afastam do mundo sem sequer termos consciência disso. Afastamo-nos de nós próprios e dos outros. Com o passar do tempo, liga-se o piloto automático e segue-se viagem. Sem saber muito bem para onde, como ou porquê.

Experiências dolorosas e angústias ressentidas persistem no tempo, acabando por se transformar em sofrimento presente e permanente. Por momentos, sentimos que há-de ser sempre assim!

Muitas vezes é o corpo que paga, sintomas que ganham vida própria e dominam a nossa vida.

Queremos ajuda, mas nem sempre o reconhecemos. Precisamos de ajuda, mas nem sempre pedimos.

Porém, a vida não pára, os acontecimentos sucedem-se e as situações vividas levam-nos ao confronto inevitável com tudo aquilo que escolhemos ser em cada momento da nossa vida. Perde-se o sentido, que talvez nunca se tenha encontrado.

Acredito que a psicoterapia pode oferecer os meios para ajudar a pessoa a (re)encontrar a capacidade para dispor das possibilidades autênticas da sua existência, para aceder a quem realmente é e ao potencial de acção e crescimento que tem para vir a ser.

É um espaço e tempo de observação, conhecimento e acção, de análise, de confronto, clarificação e reconsideração sobre o modo como a pessoa está no mundo e do impacto emocional que isso tem em si e na sua relação com os outros para que, em liberdade e com responsabilidade, possa escolher os caminhos que decide trilhar.

Por isso, é como um percurso que fazemos, com principio, meio e fim. Um percurso acompanhado que começa com o pedido da pessoa e com a definição conjunta dos objectivos e meios necessários para atingir os resultados desejados.

Curioso por diferentes formas – concepções teóricas e práticas – de fazer psicoterapia, procuro e procurarei sempre adquirir as ferramentas que melhor possam servir cada pessoa, na situação concreta e especifica da sua vida.

 

Membro Efectivo da Ordem dos Psicólogos com cédula n.º 10116

Licenciado em Psicologia Clínica pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA)

Pós-Graduação em Psicossomática pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA)

Experiência clínica, pedagógica e de formação adquirida no Serviço de Psicologia Clínica e no Serviço de Pediatria do Centro de Saúde de Almada, na Associação para o Estudo e Integração de pessoas com experiência de doença mental, no Centro Clínico e Pedagógico “Diversidades”, na Junta de Freguesia do Alto do Pina da Câmara Municipal de Lisboa, na Escola Básica e Secundária de Amora, na Associação Jerónimo Usera e em Consultório Privado.

Formação psicoterapêutica no âmbito da Psicoterapia de Orientação Psicanalítica, Psicossomática, Psicoterapia Existencial.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin