Exercício físico no Inverno?

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

No Inverno, com o frio a sentir-se com mais força, a vontade de fazer exercício físico torna-se muitas vezes nula, e as desculpas multiplicam-se. Quem está a pensar iniciar-se no exercício físico adia, e quem já treina mas não tem foco nos objectivos diminui a frequência do mesmo. É certo então que nesta fase o sedentarismo aumenta.

Mas não é novidade para ninguém que a prática regular de actividade física, a par de uma alimentação saudável, traz inúmeros benefícios, tanto ao corpo como à mente, nomeadamente:

– Melhora a função cardiovascular e respiratória;

– Diminui a massa gorda e mantém ou aumenta a massa muscular;

– Melhora a função imunitária;

– Diminui a ansiedade;

– Melhora a qualidade do sono (no entanto, evite a prática de exercício duas horas antes de se deitar);

– Melhora a interacção social;

– Reforça a auto-estima e a auto-eficácia.

As vantagens da prática de exercício físico regular são idênticas ao longo de todo o ano. No entanto, algumas podem ganhar mais força no Inverno, como por exemplo, a diminuição dos sintomas depressivos. É comum haver um acréscimo nos sintomas depressivos, e a prática de exercício físico ajuda no tratamento da depressão, dado que aumenta a concentração de endorfinas (substância que promove o bem-estar).

No sentido de manter a motivação para fazer exercício físico, seguem-se algumas dicas:

– Ter objectivos bem definidos e uma rotina de treino;

– Não perder o foco, preocupar-se em alcançar os objectivos e ir comemorando as suas conquistas dia-a-dia;

– Se pratica desporto depois do trabalho, não convém ir a casa antes do treino, para não cair na tentação de ficar no sofá. É melhor levar o saco de ginástica já preparado;

– Procurar ter uma rede de amigos para praticar exercício juntos. Sem dúvida que a parte social funciona como um grande incentivo;

– Ter em atenção os alongamentos e usar roupa apropriada para a altura do ano;

– Antes de desistir de fazer desporto ou de deixar para amanhã, pense no “depois” do exercício e em como se sentirá melhor do que antes.

2014-11-08T21:29:17+00:00 Novembro 8th, 2014|Desenvolvimento Pessoal|