Explicando o processo de mudança

Para os que querem mudar, para os que não querem mudar e para os que esperam vir a mudar

Explicando o processo de mudança

Certamente já fez muitas mudanças ao longo da vida, umas mais difíceis que outras, algumas aconteceram sem dar por elas, outras não se vai esquecer delas. Como se dá o processo de mudança?

Mudar significa fazer ou sofrer alteração, transformar, modificar, substituir, renovar, dar outra orientação, direção ou sentido (dicionário Priberam online). Ao ler todos estes significados que a palavra mudar encerra constatamos que o processo de mudança pode ser complexo e nem sempre pacífico.

Em primeiro lugar é importante identificar o que podemos mudar em nós. Muitas mudanças ao longo da vida ocorrem em nós sem que tenhamos controlo, por exemplo os aspetos relacionados com o crescimento, regeneração celular. Existem, no entanto, algumas mudanças (que determinam o curso da nossa vida) e nas quais temos muita influência, tais como mudanças nos nosso pensamentos, sentimentos, comportamentos.

Quando pensamos em mudança a maioria de nós pensa na fase da ação, a fase onde é visível a mudança, a transformação. A mudança não se resume a esta fase e por isso às vezes é tão difícil levar a bom porto. Vários investigadores têm desenvolvido estudos para compreender como ocorre a mudança. Estes têm permitido explicar e compreender a dificuldade em alterar comportamentos relacionados com tabagismo, alcoolismo, controlo de peso, problemas relativos à ansiedade, depressão, relacionais, etc.

A mudança consiste num conjunto de 6 fases em que a ação é apenas uma delas. Na verdade podemos iniciar o processo de mudança sem nunca passar à ação.

Na fase de pré-contemplação não existe, de uma maneira geral, intenção de mudar. Os amigos e familiares identificam o problema mas o próprio recusa-se a pensar ou falar sobre ele. Na fase de contemplação o próprio reconhece o problema e começa a querer resolvê-lo. Nesta fase tenta compreender o problema, sem que aja ainda um compromisso no sentido da ação. Na fase de preparação começa a planear a mudança no tempo. Na fase de ação coloca-se em prática a mudança de acordo com o planeado. Na fase de manutenção é necessário continuar a trabalhar para obter os ganhos visíveis na fase anterior. Esta é uma fase que exige um grande compromisso e esforço. E a mudança esta concluída quando se atinge o objetivo e a mudança está implementada no dia-a-dia.

Agora que já conhece as fases da mudança escolha um dos problemas com que se debate…identifique a fase em que está…o que precisa para passar à fase seguinte?

Lembre-se que em todas as mudanças(incluindo as que ocorrem no processo terapêutico) você é o principal agente de mudança.

Sónia Anjos
Sónia AnjosPsicóloga Clínica
Mostrar mais Artigos
2017-05-08T13:38:59+00:00 Maio 8th, 2017|Psicoterapia, Sónia Anjos|
Translate »