Manual de instruções para avós

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Vera Lisa Barroso

Vera Lisa Barroso

Encontramos mais facilmente artigos e dicas para pais e futuros pais.. mas e os avós? Por isso reunimos aqui algumas dicas para super avós!

A experiência de educar crianças está muitas vezes já distante no tempo e por isso podem surgir algumas dúvidas, crenças e/ou receios sobre o seu papel na educação e crescimento de uma nova criança na família.

Dica #1 – Invista na educação do seu neto:  não hesite em ajudar o seu filho com a chegada de uma nova criança – tanto nos cuidados directos como indirectos (com questões mais organizacionais). O único limite que deve ter é o de não se tornar intrusivo! Muitos avós confundem por vezes o seu papél de pais com o de avós criticando ou desfazendo as regras e limites colocados pelos seus filhos enquanto pais – o que dificulta os processos de aprendizagem da criança que cresce no seio de divergências e “desautorizações” entre pais e avós. Os seus conselhos devem ser neutros e as críticas construtivas – longe da presença da criança.

Dica #2 – Pratique exercício físico com os seus netos: nada como fazer uma longa caminhada, andar de bicicleta ou qualquer outra actividade que possa fazer com os seus netos ao ar livre. A passagem de uma mensagem saudável de actividade física regular e uma alimentação equilibrada, não só contribui para o bom crescimento dos pequenos, como vos aproxima na manutenção de boas práticas com o corpo;

Dica #3 – Aposte em refeições de família: alguns de nós lembram-se das receitas das nossas avós e dos almoços em família com aquela nostalgia boa. Porque não (re)iniciar uma tradição familiar como esta ? Conversas e momentos de partilha em família podem ser geradores de excelentes recordações para os seus netos, fomentam a  proximidade e cumplicidade entre todos os membros da família e permitem que as crianças desenvolvam muitas aprendizagens no contacto com os adultos cuidadores que as rodeiam.

 Dica #4 – “aprenda a viver com a concorrência”: os seus netos poderão ter outros avós e às  vezes tendem a comparar.. “a avó Maria faz o melhor bolo de laranja do mundo”. Evite entrar na guerra da competição e ser eleito a avó ou avô preferidos; pode preferencialmente apostar nas suas diferenças e complementaridade. A cooperação e presença mútua de todos os avós só estimula a cooperação nas relações sociais do seu neto – não se esqueça que é um modelo importante na vida daquela criança que está a aprender como se relacionam as pessoas. Avós que se complementam é a situação ideial para os seus netos!

Dica #5 – introduza brincadeiras e dinâmicas mais relacionais com os seus netos: temos uma grande tendência para inundar os miúdos com brinquedos de plástico e videojogos. É muito enriquecedor que os avós estimulem nos seus netos formas de interação mais relacional, com jogos mais antigos e com os quais eles não tenham contacto ou, por vezes, sequer conhecimento.

Dica #6 – contacte permanentemente com os seus netos:  telefone, envie mensagens escritas, troque emails e porque não até criar um blog para a família?

 Dica #7 – torne-se um bom ouvinte: os seus netos precisam de um bom ouvido. Existem muitos temas que as crianças e adolescentes têm dificuldade em falar com os pais, pelo que os avós podem estar disponíveis para tal, ajudando-os a construir-se e a crescer.

Dica #8 – seja um bom mediador: com os seus olhos fora da unidade familiar e conhecendo os seus filhos e netos pode ser um mediador ideal para ajudar na resolução de conflitos e problemas. Para além do mais tem uma experiência capaz de colocar as coisas em perspectiva!

Ficou com algumas ideias?

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

0
  Talvez também lhe interesse: