Os Mitos da alimentação

Hábitos de nutriçãoO tema alimentação e dietas é bastante discutido entre as pessoas, todos acrescentam algo do que sabem ou ouvem. Esse “passa palavra” pode por vezes criar algumas dúvidas e mitos sobre as dietas de emagrecimento e qual a melhor maneira de nos mantermos em forma e saudáveis.

Aqui ficam alguns esclarecimentos sobre o assunto de que tanto se fala:

 Beber água em jejum emagrece?

Este é sem dúvida um mito. A água é essencial para o bom funcionamento do intestino, o consumo diário de 1,5 a 2 litros de água é o indicado. Porém a ingestão de água não emagrece, para isso é necessário que a ingestão de calorias seja inferior aos gastos. Beber água em jejum apenas facilita a regularizar o intestino e assim sem dúvida que se sentirá mais leve e com a zona abdominal menos inchada.

Comer alimentos ricos em hidratos de carbono à noite engorda?

É um mito. É fundamental comer alimentos ricos em hidratos de carbono em todas as refeições. Para que a alimentação esteja equilibrada, é necessário distribuir bem: hidratos de carbono, proteínas e lípidos. Por isso, os hidratos de carbono devem ser consumidos também à noite, mas claro na quantidade adequada, sem exageros.

 Beber água as refeições engorda?

Outra questão sobre a água que não é verdade. A água é isenta de calorias, logo nunca poderá engordar. No entanto é aconselhado que a ingestão de água ou qualquer outro líquido a refeição seja moderado até 2 copos, isto para evitar a dilatação do estômago.

Para emagrecer não se pode misturar proteínas com hidratos de carbono?

Essa conjugação não está justificada cientificamente, é natural que se o fizer estará a diminuir a ingestão calórica e nesse caso irá emagrecer.

Para emagrecer é necessário que haja uma alteração do estilo de vida, fazendo uma alimentação variada e alguma atividade física. Assim, conseguirá atingir o seu peso adequado sem que com isso seja proibido beber água a refeição ou não comer certos tipos de alimentos em simultâneo.

Rita Almeida – Nutricionista

2014-06-24T15:07:37+00:00 Junho 24th, 2014|Artigos, Nutrição|
Translate »