Não tenha uma família à beira de um ataque de nervos no regresso das férias

Autor: Rita Castanheira Alves

Gestão do stress familiar no regresso à escola

Para que o regresso das férias não seja um verdadeiro ataque de nervos familiar, deixamos algumas recomendações e truques que poderão ajudá-lo a que o efeito das férias não desapareça no primeiro dia de regresso à escola e ao trabalho.

1. O tempo de cada um
Cada elemento da família deve ter um tempo só para si, onde poderá fazer o que mais lhe apetecer, que poderá ser não fazer nada, sem a intromissão dos restantes elementos ou de outras tarefas ou actividades. Nos filhos é especialmente importante perceber se dentro das suas tarefas e actividades existe um tempo livre, sem qualquer imposição do que fazer, só para si.

Depois da recepção dos horários escolares e das actividades, divida com o seu marido de forma equilibrada as tarefas de organização dos trabalhos e tarefas dos filhos (ida às actividades extra-curriculares, arrumação das mochilas, verificação dos trabalhos de casa), assim cada um poderá ter um tempo para si alternadamente.

2. O tempo em família
O tempo em família pode não ser possível existir todos os dias mas uma das questões mais importantes relacionadas com este tempo é que ele seja tempo de qualidade e não associado a obrigações/tarefas (trabalhos de casa, cozinhar, refeições), sem telemóveis por perto ou sem computadores no meio. É importante que seja com todos, em conjunto e em díades (pai com mãe, filho com mãe, filho com pai). Passar tempo de qualidade em família ajuda a regular o stress de todos e a compreenderem melhor como estão os seus filhos a reagir ao regresso à escola.

3. Divisão e gestão das tarefas
Divida as tarefas em cada semana pelos elementos da família, do mais novo ao mais velho, construindo uma tabela em que se vai registando se foi feito ou não. As crianças mais pequenas adoram ser elas a desenhar um carinha feliz ou uma carinha triste conforme a tarefa foi feita ou não. Ser feito em forma de jogo aumenta o caráter lúdico da distribuição de tarefas;
Ao Domingo como forma de promoverem o tempo em família e a organização da semana podem elaborar em conjunto a ementa para a semana.

4. Organização da semana
Sexta-feira à noite ou Sábado de manhã construam juntos o plano da semana seguinte, criando um calendário onde podem colocar as tarefas, objectivos da semana, organizando-as e sendo assim mais fácil e rápido ao longo da semana, apenas será preciso consultar a tabela construída e seguir o que foi programado. Evita o stress de todos, aumenta a autonomia e a responsabilidade e não sobrecarrega a mãe ou o pai que geralmente têm que se lembrar de tudo.

5. Os trabalho-de-casa
Os trabalhos-de-casa, à semelhança das restantes tarefas, deverão estar programados em horários específicos, criando uma rotina para todos, criando mais tempo livre para todos e maior organização mental às crianças e também familiar.
Ao fim-de-semana, procure instalar o hábito da realização dos trabalhos-de-casa à sexta-feira à tarde/final da tarde ou Sábado de manhã, para que possam desfrutar de um fim-de-semana de descanso e divertimento e diminuam a probabilidade de stress das dúvidas e pressa ao Domingo. Se o seu filho já não precisa de um acompanhamento constante na realização dos trabalhos de casa, atribua-lhe pequenos exercícios e enquanto ele os realiza sozinho poderá ocupar-se de outra tarefa.

6. Estabeleça horários
Procure que existam horários e rotinas instaladas, são securizantes e tranquilizantes para as crianças e por isso diminuem o stress de todos. Dentro do possível, tente que o jantar e a hora de dormir aconteçam sempre nos mesmos horários ao longo da semana, dando tempo (pelo menos 1 hora) para brincar, ler uma história, conversar entre o jantar e a hora de ir dormir. Tente que a hora de ir dormir seja caracterizada por um conjunto de rotinas calmas e previsíveis (arrumar o que está desarrumado, lavar os dentes, fazer xixi, ir para a cama, ser aconchegado e conversar um bocadinho/ler uma história e dormir)

7. Refeições fáceis, rápidas e saudáveis
Opte por confeccionar refeições ao longo de toda a semana que sejam simples, de confecção rápida e saudável para todos.
Ao serem simples e rápidas, todos poderão ajudar na preparação das mesmas, preparando alguns alimentos, pondo a mesa, indo buscar os ingredientes e ficam com mais tempo para descansarem e desfrutarem de tempo livre antes de ir dormir.

8. Soltar o stress
Um dia por semana um elemento da família fica responsável por escolher uma banda sonora que é posta e todos os elementos da família poderão saltar, dançar, agitar-se, como forma de soltar o stress do dia de cada um.

9.A almofada do stress
Podem ter disponível uma almofada grande num local acessível a todos, onde cada elemento pode descarregar stress, zanga, raiva, ansiedade, podendo dar murros e gritando para dentro da almofada.

10.Ocupar os tempos aparentemente “mortos”
Por vezes parece difícil haver tempo para estimular a curiosidade nos seus filhos, conversar com eles e fomentar a sua relação com ele. As viagens de carro e a ida ao supermercado são excelentes momentos para fomentar a curiosidade, realizando jogos com o seu filho de memória, de concentração, de palavras, falando sobre emoções e expressando o que sente, pedindo-lhe a sua colaboração, promovendo a sua autonomia e responsabilidade. Estes tempos que parecem mortos são excelentes para alimentarem a boa relação, afugentando os efeitos nefastos do stress.

11.Caminhadas, desporto, actividade e liberdade
Em família poderão com frequência ir até à praia ou campo correr, dar cambalhotas, saltar à corda, jogar com bola. A prática de actividade física é saudável a todos os níveis e uma excelente estratégia de redução do stress. Se estiver a chover ou não houver oportunidade para se deslocarem podem substituir por exercícios em casa (cada elemento propõe um exercício)

12. Ao fim-de-semana relaxem
Se durante a semana é importante manter horários e rotinas, para que todos relaxem e aumentem a descontracção, ganhando força para mais uma semana, promova por exemplo ao Sábado verem juntos televisão na cama dos pais ou lerem uma história quando acordam ou poderem de vez em quando adormecer no sofá a ver um filme com os pais, sempre com a ressalva que acontece como excepção e por ser um dia em que não há escola.

2017-03-31T16:58:31+00:00 Setembro 3rd, 2013|Crianças & Pais, Família, Vários autores|