O sono dos justos

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Ana Beirão

Ana Beirão

O sono. Amigo fiel das noites bem passadas, quando a cabeça se deita sobre a almofada, os olhos se fecham, o aconchego da cama aquece e a consciência e o corpo descansam. O sono dos justos é assim sinónimo de sono profundo e tranquilo. Só dormimos bem quando no dia a seguir nos sentimos com energia, boa-disposição, sem sono e sem lapsos durante o dia.

As pessoas em geral precisam de uma média de 8 horas de sono por dia, mas outras pessoas precisam de menos, entre 6 horas. Em geral estamos a dormir cerca de um terço do dia. O sono é um fenómeno activo, composto por um estado de sono NREM (sem movimento rápido dos olhos) e pelo estado REM (movimento rápido dos olhos).

A Psych Central sugere algumas estratégias para dormir melhor:

  1. Não deixe que a regra das 8 horas por dia seja a sua. Nem toda as pessoas precisam de dormir 8 horas, por isso, tente perceber qual o tempo que precisa. O importante é no dia a seguir sentir-se bem, sem nenhum lapso ou erros de desempenho, com energia e boa-disposição.
  2. Pare de tentar. Dormir é um processo biológico que não pode ser forçado. Foque antes do descanso que pode obter através de uma actividade de relaxamento.
  3. Não compense o que não dormiu. O seu hábito de sono não deve ser alterado e isso pode acontecer quando vai para a cama mais cedo ou fica nela até mais tarde.
  4. Verifique os seus hábitos, a rotina é importante assim como procurar relaxar-se antes de ir dormir.
  5. Não beba café ou chá, não trabalhe ou veja televisão na cama.
  6. O sono muda com o tempo. Durante a nossa vida o sono pode se tornar mais sensível ou sofrer alterações, exemplos são: a idade, hormonas, doença, stress, entre outros.
  7. Crie hábitos saudáveis, como o exercício, evite sestas e procure tornar o quarto confortável e com pouca luz.
  8. Evite pensar nos problemas do dia-a-dia antes de dormir. Se experiencia durante o dia, é provável que isso esteja a afectar o sono.
  9. Tenha consigo um diário do sono. Pode ajudar a entender os padrões de sono, os hábitos do dia-a-dia e os pensamentos.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

0
  Talvez também lhe interesse:
  • No related posts found.

Add a Comment