Papás e mamãs são mais felizes!

Papás e mãmãs são mais felizes

Ou assim conclui um estudo da Universidade da Califórnia: maior nível de felicidade e de sentido de vida, do que as pessoas sem filhos. Além disso, os pais/mães também se sentem mais felizes quando estão a cuidar dos seus filhos, por comparação com os momentos dedicados a outras actividades.

 

Um dado curioso deste estudo é que este efeito positivo – maior felicidade, um sentido de vida mais definido e mais emoções positivas – era mais acentuado nos pais, por comparação com homens sem filhos, do que nas mães, por comparação com mulheres sem filhos. Cavalheiros: não há necessidade de ficarem nervosos no anúncio do “vamos ter um bebé”; a felicidade mora uns meses mais à frente J

 

Sim, isto da parentalidade não é fácil – das horas de sono perdidas, às preocupações constantes e ao tempo que fica assim um bocadinho esganado. Mas o facto é que deve compensar J Talvez por se tratar, de um ponto de vista evolucionista, de uma necessidade básica dos seres vivos – a da continuidade da espécie – ou por qualquer outro motivo, a parentalidade acrescenta sentido à vida e com a noção de propósito vem o incremento da felicidade.

 

Por isso, se é pai/mãe, da próxima vez que der com o seu reflexo no espelho, de olheiras negras e cabelo desgrenhado depois de dias e noites de cansaço com os filhotes que não dormem e pedem atenção constante, lembre-se: pelo menos, é feliz!

 

Refª: University of California – Riverside. “Parents are happier people: Parents experience greater happiness and meaning in life than nonparents, psychologists find.”

Madalena Lobo
Madalena LoboCEO; Psicóloga Clínica e da Saúde
Mostrar mais Artigos
2017-03-05T18:38:30+00:00 Maio 26th, 2016|Felicidade, Madalena Lobo|