Quando o seu filho pinta o cabelo cor-de-rosa…

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Rita Castanheira Alves

Rita Castanheira Alves

“Sou a mãe da Joana, a minha filha adolescente, com 16 anos. No outro dia apareceu com as amigas, as três novas amigas, cada uma com o cabelo pintado: a Joana de cor-de-rosa, uma amiga com o cabelo laranja e a outra amiga com o cabelo azul. Mais tarde quando conversámos o porquê de todas terem o cabelo pintado, a Joana disse-me: – É assim mãe, no nosso grupo só está quem pinta o cabelo…”

A fase da adolescência caracteriza-se por uma maior influência e aproximação do adolescente aos seus pares, seja os colegas da escola ou outros amigos.

Com os amigos, os adolescentes sentem-se ligados e independentes, podendo construir uma imagem só sua, alternativa à imagem que os pais têm deles.

 

Ter amigos na adolescência é essencial?

O estabelecimento das relações sociais com os pares é um passo essencial no crescimento e desenvolvimento dos adolescentes. O adolescente está permeável e é influenciado pelo grupo de pares em todas as esferas: comportamentos, atitudes, crenças, mas também na forma de vestir e na forma como se divertem e no tipo de actividades em que envolvem.

 

E porquê esta influência?

Nesta fase surge a necessidade de aceitação, aprovação e de pertença. São necessidades muito importantes para os adolescentes. A rejeição ou o isolamento aumenta a probabilidade do jovem incorrer em comportamentos de risco, para ser aceite pelo grupo.  Pode mesmo acontecer que o adolescente pela necessidade de ser aceite altere a forma como se veste, como se apresenta, como fala, os seus valores, devido à influência das pessoas com quem convive.

 

E os pais? Ficam a assistir?

É importante respeitar estas experiências que caminham para a construção de uma identidade. No entanto, enquanto pais, podem transmitir aos filhos a importância de ser quem se sente bem em ser, de pensar por si próprio e tomar as suas próprias decisões de acordo com o que considera correcto e incorrecto, sendo fiel aos seus valores.

O carinho, o respeito, a compreensão e a escuta dos seus filhos adolescentes são estratégias essenciais para que o ajude a viver na enorme pressão que sente em ser aceita pelo grupo de pares e não se sentir isolado ou deslocado. A casa, os pais poderão ser o lugar seguro do adolescentes, onde é promovido o espaço de reflexão e desabafo, sem crítica ou censura, criando um espaço para ser compreendido, para expor as suas preocupações e receios.

É essencial transmitir a mensagem ao seu filho adolescente, que independentemente do tipo de influência dos seus pares, a importância de conseguir um equilíbrio entre a conexão com o grupo e a tomada de decisões importantes que lhe dizem respeito apenas a ele próprio.

Em casa, sentir que é respeitado, admirado e acarinhado é uma estratégia que o ajudará a encontrar o equilíbrio entre pertencer a um grupo e sentir-se envolvido no mesmo e construir a sua independência em simultâneo.

E porque não vir ter connosco e partilhar os receios, as preocupações de uma mãe ou de um pai de um filho adolescente?

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

0
  Talvez também lhe interesse:

Add a Comment