Um pequeno cérebro Zen

Um pequeno cérebro zenPor vezes damos por nós a olhar as crianças e a pensar como parece fácil para elas abstraírem-se de tudo à sua volta e estarem tranquilas… Achamos que o cérebro delas é naturalmente zen e tranquilo, mas muitas vezes não sabemos as ondas que vão lá dentro! Ondas de medo, ondas de irritação, ondas de tristeza, ondas de desconcentração, ondas de dúvida, ondas de pensamentos negativos…Se nos apercebermos, muitas vezes o cérebro dos mais pequenos também é tudo menos zen. Talvez porque a vida destes dias é agitada, talvez por nós adultos andarmos mais agitados, talvez porque os pensamentos são muitas vezes algo com que é difícil de lidar, o porque simplesmente crescer também implica um aumento da consciência sobre o que possa ser negativo e isso tira-nos a calma e tranquilidade de ser criança.


Saiba mais sobre o nosso grupo Mindful Kids carregando aqui


Então a questão é: como ajudamos as crianças a ter um cérebro mais tranquilo? Mais Zen? Como podemos fazer isto de forma simples diariamente?

    1. Tentamos nós adultos estar mais tranquilos. Se mesmo no meio da agitação de todos os dias conseguirmos ter tempo para as crianças (p.e. sentar um pouco com elas e ouvi-las, anteciparmos a hora de levantar para fazermos as coisas com mais calma…) e diminuirmos o ritmo de cada dia, isto terá impacto na vida dos nossos filhos. Pequenos momentos onde nós encontramos tranquilidade e isso reflete-se neles.
    2. Ter tempo para comer com atenção. Podemos simplesmente respeitar a hora da refeição, desafiando os mais novos a saborear a comida, perguntando o que mais gosta, ajudando a que com atenção note quais os sabores, cores, texturas… ajudamos a que a sua atenção esteja ali naquele momento sem distração de televisão ou outras tecnologias.
    3. Respirar calmamente. Ajude o seu filho a respirar com a barriga (respiração abdominal). Focar na respiração pode ajudar muito a tranquilizar antes de uma atividade difícil, antes de dormir ou até quando nos sentimos menos bem.
    4. Explorar novos caminhos. O caminho para a escola não tem de ser sempre o mesmo. Podemos variar o percurso ou fazendo o mesmo percurso, podemos desafiar a criança a procurar novos pormenores que nunca reparou antes. Estamos a ajudar a que possa controlar melhor a sua atenção.
    5. Utilizar as mãos, o corpo e pouco a cabeça. Ocupar a crianças com trabalhos manuais (p.e. pintura, gesso, construções…) estimula outro tipo de atenção e criatividade que ajuda o nosso cérebro a ficar bem tranquilo. Seja criativo e descubra atividades novas, é muito fácil para os mais novos ficarem focados nestas atividades e experienciarem novas sensações.
    6. Ar livre, muito ar livre. Ter atividades out door é fundamental para as crianças poderem explorar novas sensações e novos ambientes, permite também maior espaço para correrem, gastarem energia acumulada e poderem voltar mais calmos, com um cansaço positivo e repousante. Consequentemente o cérebro estará também mais calmo.
    7. Finalmente, nada deixa um cérebro tão tranquilo como quando confortamos, abraçamos e damos carinho à criança. É um tranquilizante natural que estimula a produção de hormonas importantes para o bem-estar e tranquilidade cerebral.
A nossa equipa infanto-juvenil responde aqui às suas questões sobre a prática de Mindfulness em crianças e adolescentes:
[contact-form-7 404 "Not Found"]
Inês Custódio
Inês CustódioPsicóloga Clínica
Mostrar mais Artigos
2017-03-28T14:17:30+00:00 Janeiro 17th, 2017|Crianças & Pais, Inês Custódio, Mindfulness|
Translate »