Perturbação de Ansiedade Generalizada

Com base nestas perguntas rápidas poderá ter uma ideia se a Perturbação da Ansiedade Generalizada pode ser algo que o esteja a afectar. De salientar que não é possível nenhum diagnóstico sem uma avaliação personalizada por um profissional de saúde, pelo que os resultados são apenas um sinal prévio quanto à possibilidade de presença desta perturbação ansiosa.

A prevalência desta perturbação varia entre 0.4% a 3.6%, com diferenças culturais elevadas, sendo mais frequente nos europeus e mais frequentemente encontrada, ao longo da vida, em habitantes de países desenvolvidos. As mulheres têm duas vezes maior probabilidade de sofrer de Perturbação de Ansiedade Generalizada do que os homens, que se encontra, no seu pico máximo, nos adultos de meia idade.

Campos obrigatórios marcados com *

1.Tem tido um nível de ansiedade e de preocupação excessivos, na maior parte dos dias, ao longo de um período mínimo de 6 meses, com a propósito de diversas situações? *
2.Sente dificuldade em parar de se preocupar – uma vez iniciados os pensamentos de preocupação é-lhe difícil mobilizar a atenção para outros assuntos ou tarefas, mesmo tentando? *
3.Esta ansiedade e preocupação recorrentes estão associadas habitualmente com algum dos seguintes sintomas? *
4.A ansiedade, preocupação ou os sintomas físicos que assinalou causam-lhe incómodo significativo ou têm impacto nalguma área da sua vida (exemplo, social, ocupacional)? *

2017-04-05T13:55:27+00:00 Março 31st, 2017|Ansiedade Generalizada|

Leave A Comment

Translate »